ACCESO A CLIENTES

NOTÍCIAS

Participação no Crossrail Integration Facility

Participação no Crossrail Integration Facility

Participação no Crossrail Integration Facility

O Projeto Crossrail, que consiste na construção da futura Linha Elizabeth (Elizabeth Line), é hoje um dos maiores projetos de infraestrutura da Europa, e contará com uma rede de 42 quilômetros de novos túneis ferroviários subterrâneos, além de dez novas estações no centro e sudeste de Londres. A linha será aberta em fases a partir do final de 2018, e permitirá transportar 200 milhões de passageiros/ano, quando estiver em pleno funcionamento em 2019.

O projeto da Crossrail Ltd. criou um ambiente de integração e testes para o sistema de sinalização ferroviária, conhecido como “Crossrail Integration Facility”. Trata-se de um ambiente de simulação com componentes reais do sistema de sinalização para testar funções operacionais usando um simulador da cabina do maquinista, que reproduz fielmente a sinalização e o tráfego ferroviário.

 

Crossrail Integration Facility 2

O CITEF trabalhou junto com a Siemens nas seguintes atividades deste projeto:

– Simulação visual em 3D.

Criação do cenário de simulação visual em 3D representando a Linha Elizabeth, com sua configuração operacional final. O ambiente gráfico inclui um total de 13 estações, 25 km de túneis e 15 km de via aberta. Os gráficos de alta qualidade não só proporcionam uma reprodução exata do itinerário, estações e todos os equipamentos de sinalização, mas também dos trens, tipos de túneis e principais recursos externos, a fim de garantir um alto grau de imersão.

O desenvolvimento foi realizado utilizando o software de renderização Unity, junto com a tecnologia de texturização e materiais de última geração.

– Cabine do maquinista

Os consoles de condução foram projetados para integrar o equipamento real de sinalização de dentro dos trens, com comandos reais para permitir que o simulador seja usado exatamente da mesma forma como se conduz um trem real. Os comandos incluem mecanismos de abertura e fechamento de portas, marcha à ré, controle da cabine, regulador de tração, botão de emergência e interruptores de controle de sinalização, e uma tela tátil para mostrar o MMI simulado.

Os sistemas do console foram sensorizados com um sistema modular de obtenção de dados, usando uma interface Ethernet.